Olhar o entardecer da vida

«”No entardecer da vida – diz S. João da Cruz – examinar-te-ão no amor”. Este é o gr...

O amor não tem limites

«Não te limites a regras especiais ou devoções; faz tudo com fé, com amor e com humilda...

Santíssima Trindade de Amor

«Que o Espírito Santo tenha descido,
com todos os Seus dons,
à alma da minha mãezinha querida!
Que coisa mais rica!
Sendo assim a vida torna-se um suspiro,
e rapidamente nos submergimos na eternidade…!
Que grande dita, mãezinha,
quando nos encontrarmos imersas
no Oceano infinito do Amor,
no seio do nosso Pai,
no Lado do nosso Esposo
e unidas eternamente
pelo Espírito Santificador!»

Santa Teresa dos Andes | 1900 - 1920
Carta 106. A sua mãe. 9 de junho de 1919

Santíssima Trindade,
Pai Filho e Espírito Santo,
em Vós me quero perder já nesta terra.
Quando estiver no Céu, por Vossa misericórdia,
é em Vós Jesus, que me encontrarei,
no Vosso Corpo Místico
e em Vós contemplarei eternamente,
num silêncio grávido de êxtase e de alegria,
o Pai Misericordioso,
pelo Espírito Santo Amor.
Que este êxtase me faça sair de mim,
a começar já nesta terra,
ao encontro dos irmãos
e procurando fazer em tudo
a Vossa vontade santa.
Assim seja.

2019-06-16