No diálogo silencioso do coração

«Na vida oculta e silenciosa realiza-se a obra da Redenção. No diálogo silencioso do coraç...

Deus é a minha morada

«Deus é a minha morada, o meu Templo, a vida da minha vida e o Ser do meu ser, sem Ele nã...

A noite

 

«Como é feio passar o tempo a aborrecer-se,
em vez de adormecer sobre o coração de Jesus!...
Se a noite mete medo à criancinha,
se ela se lamenta por não ver Aquele que a leva,
feche os olhos,
faça VOLUNTARIAMENTE o sacrifício que lhe é pedido
e depois espere pelo sono...
conservando-se assim tranquila,
a noite que já não verá não poderá assustá-la,
e em breve a calma ou até a alegria
renascerá no seu coraçãozinho.
Pedir-lhe para fechar os olhos será pedir muito?...
Pedir-lhe para não lutar contra as quimeras da morte?...
Não, não é muito e a criancinha vai abandonar-se,
vai pensar que Jesus a leva,
vai aceitar não O ver
e deixar muito longe o medo inútil de ser infiel
(medo que não convém a uma criança).»

Santa Teresa do Menino Jesus | 1873 - 1897
Carta 205. À Irmã Maria de S. José. Dezembro de 1896

Senhor,
o que é a noite
senão todos aqueles momentos da minha vida
em que as dúvidas me assaltam,
em que não Te vejo,
em que os medos me querem dominar
e que já não vejo nada à minha volta senão escuridão?
Confio em Ti, Senhor,
mesmo quando Tu, o meu sol, Te escondes.
Para além das nuvens
sei que continuas a brilhar.
Confio em Ti, Senhor,
mesmo de noite!

2017-08-10