No diálogo silencioso do coração

«Na vida oculta e silenciosa realiza-se a obra da Redenção. No diálogo silencioso do coraç...

Deus é a minha morada

«Deus é a minha morada, o meu Templo, a vida da minha vida e o Ser do meu ser, sem Ele nã...

A fé ilumina-me com o Sol de Amor.

 

«Prometo conceder-vos todos os dias
uma especial intenção na hora de “Tércia”
para que o Espírito de Amor,
Aquele que sela e consome o “Um” na Trindade,
vos conceda uma abundante efusão d’Ele mesmo.
Que vos transporte à luz da fé
até aos cumes onde não se vive senão de paz,
de amor e de união
já iluminada pelos raios do divino Sol.»

Santa Isabel da Trindade | 1880 - 1906
Carta 193. Ao abade Jaillet. 11 de fevereiro de 1904.

Senhor,
concede-me a graça de viver
sob a bela luz da fé
e iluminado por estes esplendores
viva,
através de todas as coisas,
na Tua presença,
qual Sol de amor.
Assim seja.

2018-10-17