Sou casa de Deus, da Trindade

«Senhor Abade, a que abismo de glória somos chamados ! Oh! compreendo os silêncios, os recolh...

A solidão própria da vida espiritual

«A solidão de que falas, em certo sentido é própria da vida espiritual. Quanto mais uma pess...

A loucura de um amor perseverante!

 

«Senhor,
disponde sempre de mim,
como melhor Vos parecer,
que contudo ficarei contente,
em seguir-Vos pelo caminho do Calvário.
Quantos mais espinhos encontre no caminho
e se me faça a cruz mais pesada,
mais me sentirei abençoada,
já que o que desejo é amar-Vos
com um amor denso e sem divisão,
e o que é mais importante,
com um amor perseverante.»

Santa Teresa Margarida de Redi | 1747 – 1770
Exercícios Espirituais de 1768

Senhor,
nesta Quaresma que há pouco começou,
desejo fazer o propósito de Te amar
não um dia nem dois,
pois isso é possível com alguma força de vontade,
mas sempre, com perseverança.
Esta perseverança só é possível
com a minha força de vontade unida à Tua graça.
Dá-me pois, Te peço Senhor,
a graça de sempre Te ser fiel,
mesmo que não sinta as doçuras desse amor.
Que faça as obras do amor unido à Tua graça,
tantas vezes insensível aos meus sentidos,
mas sempre operante e forte.
Ajuda-me a vencer-me a mim mesmo:
num sorriso que dou com esforço,
no perdão que me custa,
no diálogo que não me apetece fazer,
na partilha do que me faz falta,
na oração para a qual me parece não ter tempo…
Senhor,
ensina-me a vencer-me, com a Tua graça.
Assim seja.

2018-02-15