Alcançar o cume.

«O monte é-me suave com o seu cume austero… alcançá-lo-ei guiada por Jesus…» Beata M...

Entrego-me a Ti, Jesus!

«O teu átomo, Divino Coração Dá-te a sua vida Toda a sua paz, a sua ventura É encantar-T...

Ó fogo de amor

 

«Ó amor, amor!
Ó fogo do amor de Deus.
Com que bens Te comunicas
com a alma que aqueces!
Os teus raios brilhantes,
ao iluminar os espaços do nosso coração,
limpam as futilidades e as imperfeições…
limpam o pó dos defeitos mais pequenos…
O amor agita, suavemente,
o coração, aviva a alma,
faz suspirar, continuamente, por Deus:
que só a Ele deseje;
que tudo rejeite por Ele;
que a alma até de se esqueça de si mesma.
O amor de Deus revolucionada tudo.
Esta chama de amor posta por Deus,
por pequenina que seja, faz muito ruido…
O amor é o pão que nos conforta
para subir o monte da perfeição…
És o Cireneu
que nos ajuda a levar a cruz
que sobre nós coloca,
o Deus a quem amamos…
O amor… é a arma com que conquistamos
o supremo domínio sobre nós,
sobre os elementos,
sobre as nossas paixões,
sobre o mundo inteiro.»

Santo Henrique de Ossó | 1840 – 1896
Revista Teresiana 78-79: 64

2017-08-26