Lançar-me no campo do sacrifício

«Propósito: Dar-me toda ao Senhor sem qualquer reserva, lançando-me no campo do sacrifício...

Ser pobre como Jesus

«À semelhança de Cristo e dos seus Apóstolos, procura apresentar um estado de abnegação ext...

A normalidade da Sagrada Família

 

«Como será belo conhecer no Céu
tudo o que se passou na Sagrada Família!
Quando o Menino Jesus começou a crescer,
ao ver jejuar a Santíssima Virgem,
talvez lhe dissesse: “Eu também queria jejuar”.
E a Santíssima Virgem respondia:
“Não, meu Menino Jesus,
és ainda muito pequenino,
não tens forças”.
Ou então talvez não se atrevesse a impedi-l’O.
E o bom S. José! Oh! Como eu o amo!
Ele não podia jejuar por causa do trabalho.
Vejo-o aplainar,
depois enxugar a testa de vez em quando.
Oh! como me mete dó!
Como me parece que era simples a vida deles!»

«As mulheres da aldeia
vinham falar familiarmente com a Santíssima Virgem.
Por vezes pediam-lhe que lhes confiasse
o seu Filhinho Jesus, para ir brincar com os delas.
E Jesus olhava para a Santíssima Virgem
para saber se podia ir.
Algumas vezes as boas mulheres
iam direitas ao Menino Jesus
e diziam-lhe sem cerimónias:
“Vem brincar com o meu rapazinho”, etc.
Que bem me faz pensar
que a vida da Sagrada Família
era uma vida vulgar.»

Santa Teresa do Menino Jesus | 1873 - 1897
Últimos Conselhos e Recordações, 20 de Agosto, 14

Senhor,
viveste a vulgaridade,
a normalidade da vida.
Ensina-me através do meu dia-a-dia banal
unir-me a Ti,
que pela normalidade Te uniste a mim.

2014-12-28