O Amor é dar-se

«Porque o amor é dar-se, prodigalizar-se, e quanto mais uma pessoa se deu, menos se tem, me...

Jesus santifica-me com a minha adesão ativa.

«O trabalho da nossa santificação é uma obra que é assumida por Jesus. É preciso, no entan...

Batismo de Jesus

 

«Do mesmo modo que o Pai do Céu
[no Batismo de Jesus]
deu testemunho do Seu Filho quando disse:
“Este é o meu Filho muito amado,
no qual pus as minhas complacências,
escutai-O”,
assim parece assinalar-nos o Menino Deus
o Seu discípulo amado [S. João]
e dizer-nos:
“nenhum incenso me é tão grato
como a entrega de um coração puro”.»

Santa Teresa Benedita da Cruz (Edith Stein) | 1891 - 1942
In “Na festa da Epifania de 1941”

Senhor Jesus,
o Teu batismo foi uma manifestação,
epifania,
do amor que o Pai nutre por Ti, Seu único Filho.
Também a mim o Pai mostrou o Seu amor no Batismo
e em cada momento da minha vida
e eu respondo a esse amor
renovando atos de amor a Ele e aos irmãos.
Mas nada é mais agradável ao Pai e a Ti
do que um coração puro:
aquele coração que tudo faz com pureza de intenção,
que se perde na Tua própria pureza
e a procura manifestar nos seus gestos
procurando ser toda inteiramente para Ti,
sem condições,
mantendo a pureza da veste batismal.
Concede-me, Senhor,
esta pureza, que queima todo o amor-próprio,
e a cada momento dirige o olhar para Ti,
sem olhar para os lados.
Assim seja.

Na foto: O Batismo de Jesus, que hoje se celebra.

2018-01-08