No diálogo silencioso do coração

«Na vida oculta e silenciosa realiza-se a obra da Redenção. No diálogo silencioso do coraç...

Deus é a minha morada

«Deus é a minha morada, o meu Templo, a vida da minha vida e o Ser do meu ser, sem Ele nã...

Amor ardente

 

«Passei alguns dias num trabalho esgotante
em relação às almas.
É para mim doce este cansaço,
porque é por amor de Deus.
As almas são-me queridas,
sinto por elas uma grande maternidade.
Toda eu me darei a mim mesma
para trazê-las para Deus».

Beata Maria Josefina de Jesus Crucificado | 1894 - 1948
Diário II. pg. 152

Senhor,
aqueles que Te amam
não se limitam à Missa ao Domingo
e a alguma coisa mais dentro das fronteiras do razoável.
Aqueles que Te amam ardentemente
consomem-se por Ti:
a sua saúde, o seu tempo,
os seus bens se necessário,
sem regatear cansaços e fadigas.
Tudo o que são e têm
é posto ao Teu serviço.
São como que “expropriados para utilidade pública”.
Dá-me, Senhor, Te peço, este amor de fogo ardente
por dar a conhecer a todos
o Teu infinito amor,
por palavras e sobretudo por obras,
sacrificando-me por todos,
a começar pelos que me estão mais próximos.
Assim seja.

2017-09-10