O sofrimento torna-me semelhante a Ti, Senhor!

«Querida irmãzinha, como as tuas cartas me deram gosto e sobretudo como me fizeram bem à alma...

Não ficar a remoer as faltas

«Quando o Irmão Lourenço cometia alguma falta, confessava a sua culpa e dizia a Deus: “...

Quem está mergulhado, na humildade está mergulhado em Ti

 

«Quando a alma
“considera, no fundo de si mesma,
com os olhos abrasados de amor,
a imensidade de Deus,
a Sua fidelidade,
as provas de amor,
os benefícios que nada podem acrescentar à sua felicidade;
quando, em seguida, observando-se a si mesma,
vê as ofensas contra o altíssimo Senhor,
volta-se para o seu próprio fundo,
com um tal desprezo de si mesma,
que já não sabe como fazer para suportar o seu horror”.
O melhor que tem “a fazer,
é queixar-se a Deus, seu Amigo,
das forças do desprezo, que a atraiçoam,
não a rebaixando tanto quanto o desejaria.
Resigna-se então à vontade de Deus
e, na abnegação íntima,
encontra a verdadeira paz,
invencível e perfeita,
aquela que nada há-de perturbar.
Porque se precipitou num tal abismo,
que ninguém lá a irá procurar .”
“Se alguém me afirmasse que ter encontrado o fundo
é estar submerso na humildade,
não o desmentiria.
Parece-me, contudo,
que estar mergulhado na humildade
é estar mergulhado em Deus,
porque Deus é o fundo do abismo.»

Santa Isabel da Trindade | 1880 - 1906
O Céu na terra. 36-37

Senhor,
a aceitação da minha debilidade
e a consciência do meu pecado
são o caminho mais rápido
para preparar o meu coração
para acolher o Teu amor.
Senhor,
Tu estás esperas ardentemente
que a humildade abra a porta do meu coração
para aí poderes penetrar imediatamente
e aí permanecer.
Quando se é humilde
Tu preenches inteiramente esse coração,
por isso “estar mergulhado na humildade
é estar mergulhado em Ti”.
Alcança-me o dom da humildade;
desejo acolhê-lo, nesta Quaresma,
de todo o coração!
Assim seja.

2018-03-14