No diálogo silencioso do coração

«Na vida oculta e silenciosa realiza-se a obra da Redenção. No diálogo silencioso do coraç...

Deus é a minha morada

«Deus é a minha morada, o meu Templo, a vida da minha vida e o Ser do meu ser, sem Ele nã...

Maturidade

 

«Se não fizeres desaparecer
a tua suscetibilidade
amargurar-te-ás a vida inteira.
Não deves abrigar no teu coração
esses sentimentos de desconfiança.
Pensas que, porque te contrariam
e não satisfazem os teus gostos,
não te amam?
Quando eu estava em casa
tinha que contrariar a minha vontade
até nas mínimas coisas
para me amoldar aos demais.
Formar-te-ás para a vida inteira
sacrificando-te, sem que ninguém o note.»

Santa Teresa dos Andes | 1900 - 1920
Carta 159. A uma jovem.

Senhor,
ensina-me a crescer em maturidade.
O mundo torna-me um adolescente grande,
com os seus critérios e a sua superficialidade.
Mas Tu, Senhor,
queres fazer de mim um ser humano completo,
equilibrado,
capaz de vencer as adversidades
com a Tua graça.
E como vencê-las
senão exercitando-me em renunciar
aos meus gostos e prazeres
pelo bem dos que amo,
imitando o Teu exemplo
que foste até dar a vida por amor?
Terei de o fazer muitas vezes,
com a Tua graça,
mas construirei com aqueles que me pões ao lado,
relações fundadas no verdadeiro amor.
O verdadeiro amor, na verdade,
alimenta-se de sacrifícios.
Dá-me a Tua graça, Senhor,
e crescerei em maturidade.
Assim seja.

2017-11-12