Ressuscitou! Aleluia!

«No dia de hoje fiquei inteiramente tomada pela Epístola e pelo Evangelho desta manhã que fal...

Quem Te procura, encontra-Te, Jesus!

«Procurando Jesus, debruçava-se a chorar Os anjos queriam suavizar a sua pena Mas nada podia a...

Tantas mostras de amor me dás!

 

«Para uma carmelita
a comunhão é um Céu;
e deveria sê-lo para toda a alma crente.
Como não morremos de amor
o ver que a Deus não Lhe basta já fazer-se Menino,
sujeitar-se às nossas misérias,
ter fome, sede, sono, cansaço, sendo Deus;
não Lhe basta o passar por um pobre carpinteiro,
mas humilha-Se até à morte de Cruz
– morte de criminoso naquele tempo;
não Lhe basta dar-nos gota a gota
o Seu Sangue divino?
Quer mais, no Seu infinito amor.
E enquanto o homem prepara a Sua morte,
Ele faz-Se nosso alimento, para nos dar a Vida.»

Santa Teresa dos Andes | 1900 - 192
Carta 151. 26 de novembro de 1919

Jesus, o Teu amor por mim é infinito.
Que ande sob o Teu olhar,
na Tua presença
e caia cada vez mais na conta
do quanto me amas.
Que, nesta Quaresma, Te comungue
com verdadeiro amor e gratidão.
Assim seja.

2019-03-22