Olhar o entardecer da vida

«”No entardecer da vida – diz S. João da Cruz – examinar-te-ão no amor”. Este é o gr...

O amor não tem limites

«Não te limites a regras especiais ou devoções; faz tudo com fé, com amor e com humilda...

Descer

 

«”Apressa-te a descer,
pois tenho de ficar hoje em tua casa”.»
O Mestre incessantemente
repete à nossa alma esta palavra
que um dia dirigiu a Zaqueu.
“Apressa-te a descer”.
Mas, que descida é esta que Ele nos exige
senão uma mais profunda entrada
no nosso próprio abismo interior?
Este ato não é
“uma separação externa das coisas exteriores”,
mas uma “soledade do espírito”,
um desapego de tudo o que não é Deus.»

Santa Isabel da Trindade | 1880 - 1906
O Céu na terra. 7

Jesus, meu Deus,
ensina-me a descer, como Zaqueu,
para Te encontrar.
Encontro-Te, quando desço,
quando me simplifico,
quando me torno humilde
e não desejo ser o que não sou,
aceitando-me como sou.
Aceito-me porque me sinto amado,
na minha fragilidade e pecado.
Torna-me humilde e confiante em Ti, Senhor.
Assim seja.

2019-01-20