Dar tudo!

«O amor não quer um coração dividido: quer tudo ou nada.» Santa Teresa Margarida de Redi ...

Desejas a minha união conTigo!

«É preciso saber que o amor só chegará à perfeição quando os amantes forem um só, isto ...

Dia de Ramos

 

«Como acabo de dizer,
o dia 10 de Janeiro
foi o triunfo do meu Rei.
Comparo-o à entrada de Jesus em Jerusalém
no dia de Ramos.
Como a do nosso divino Mestre,
a sua glória de um dia
foi seguida duma paixão dolorosa,
e essa paixão não foi só para ele.
Assim como as dores de Jesus
trespassaram com uma espada
o coração da sua divina Mãe,
assim os nossos corações
sentiram os sofrimentos daquele
a quem mais ternamente amávamos sobre a terra...
Lembro-me de que no mês de Junho de 1888,
na altura das nossas primeiras provações, eu dizia:
“Sofro muito,
mas sei que posso suportar ainda maiores sofrimentos”.
Não imaginava então os que me estavam reservados...
Não sabia que a 12 de Fevereiro,
um mês depois da minha Tomada de Hábito,
o nosso querido pai iria beber pela mais amarga,
pela mais humilhante de todas as taças...
Ah! nesse dia não disse que podia sofrer ainda mais!!!...
As palavras não podem exprimir as nossas angústias,
por isso não vou tentar descrevê-las.
Um dia, no Céu, gostaremos de falar das nossas gloriosas provações.
Não nos sentimos já felizes por as termos suportado?...
Sim, os três anos do martírio do Papá
parecem-me os mais amáveis,
os mais frutuosos de toda a nossa vida.
Não os trocaria por todos os êxtases
e revelações dos Santos.»

Santa Teresa do Menino Jesus | 1873 - 1897
Manuscrito A. 73rº

Senhor,
assim como Santa Teresinha
sofreu tanto com o declínio psíquico do seu Pai,
também eu me uno a Ti
em todos os momentos dolorosos da minha vida,
colocando os meus pés sobre os Teus passos.
Nesta Semana Santa que se inicia
deixo aqui o meu propósito
de abraçar a minha cruz,
seguro e que estou a abraçar-Te a Ti
e a receber os caudais de amor, força e graça
que brotam da Tua Paixão.
Assim seja.

2018-03-25