Alcançar o cume.

«O monte é-me suave com o seu cume austero… alcançá-lo-ei guiada por Jesus…» Beata M...

Entrego-me a Ti, Jesus!

«O teu átomo, Divino Coração Dá-te a sua vida Toda a sua paz, a sua ventura É encantar-T...

A solidão própria da vida espiritual

 

«A solidão de que falas,
em certo sentido é própria da vida espiritual.
Quanto mais uma pessoa se aproxima de Deus,
mais insignificantes se tornam os laços naturais,
ela passa a estar unida aos que a rodeiam
num sentido mais profundo».

Santa Teresa Benedita da Cruz (Edith Stein) | 1891 – 1942
Edith Stein, Obras Completas.

Meu Senhor,
em Ti a solidão não é ausência de companhia
mas excesso de Presença.
A Tua Presença
reclama o meu ser inteiro e
não pode sofrer que eu viva dividido,
disperso nas coisas superficiais e efémeras.

A Tua Presença
é esse sentido do sagrado
que fecunda todas as coisas com o selo divino
em ordem ao Teu projecto salvador,
ao mistério dos novos céus e da nova terra.

A Tua Presença
exige que estejamos a sós conTigo,
para em Ti descobrirmos a verdade escondida
de todas as coisas.

A Tua Presença
exige solidão não para permanecer a sós
mas para nos submergires no mistério
da comunhão conTigo.

Quando estou a sós conTigo
é quando me abres o Teu coração e
me falas dos irmãos e das suas necessidades,
como aqueles que queres amar em mim;
não como aqueles que estão próximo e simpatizo
mas como aqueles que Tu queres que estejam
próximo de Ti e sejam abençoados pelo Teu Amor.

Meu Senhor,
faz-me estar sempre na Tua Presença
Para que os que me rodeiam possam estar
cada vez mais próximos de Ti.
Amen.

2018-05-26