Dar tudo!

«O amor não quer um coração dividido: quer tudo ou nada.» Santa Teresa Margarida de Redi ...

Desejas a minha união conTigo!

«É preciso saber que o amor só chegará à perfeição quando os amantes forem um só, isto ...

Fazer memória da vida eterna

 

«E porque para mim tem sido grande consolação,
vos direi o que li há dias,
em que diz o glorioso S. Tomás,
que Deus faz e fará festa
aos bem-aventurados no Céu,
mostrando-lhes as maravilhas
com que justifica os pecadores.
Deu-me isto tanto contentamento
que dei por bem empregados
todos os meus trabalhos,
vendo que no Céu se solenizam
e lá é Deus louvado pelos seus santos,
vendo a sabedoria e bondade que connosco usa.»

Madre Maria de S. José | 1548 - 1603
Carta de uma pobre e presa Descalça. Lisboa 1593

Senhor,
tudo quanto sofro nesta terra
para Te amar e glorificar
(sofrimentos aceites por Teu amor,
dificuldades com o meu próximo,
incompreensões, problemas…)
se sou capaz de os sofrer por Teu amor
e de em todas essas circunstâncias
procurar agradar-Te,
recolho um “peso eterno de glória” no Céu,
pois unindo-me a Ti e à Tua cruz,
receberei alegrias eternas
e ajudarei muitos irmãos a alcançar o Céu,
com o meu sofrimento aceite por Teu amor.
Senhor,
que faça muitas vezes memória
de que depois desta vida existe uma Vida eterna
em que amarei e serei amado de maneira indizível.
Que me prepare pois para ela,
com a Tua graça.
Assim seja.

2018-07-27