Dar tudo!

«O amor não quer um coração dividido: quer tudo ou nada.» Santa Teresa Margarida de Redi ...

Desejas a minha união conTigo!

«É preciso saber que o amor só chegará à perfeição quando os amantes forem um só, isto ...

Trinta moedas de prata

 

«Pois, que Pai haveria, Senhor,
que tendo-nos dado Seu Filho, e tal Filho,
e pondo-O em tal estado,
quisesse consentir que ficasse entre nós
a padecer de novo cada dia? –
Por certo, nenhum, Senhor, a não ser o Vosso;
bem sabeis a Quem pedis.
Oh! valha-me Deus! Que grande amor o do Filho,
e que grande amor o do Pai!
Ainda não me espanto tanto do bom Jesus,
porque como já tinha dito «fiat voluntas tua»,
tinha-o de cumprir como Quem é.
Sim, que não é como nós, pois,
como a conhece,
cumpre-a amando-nos como a Si,
e assim andava a buscar como cumprir este mandamento
com maior perfeição,
embora fosse à Sua custa.
Mas Vós, Pai Eterno, como o consentistes?
Como quereis ver cada dia em tão ruins mãos o Vosso Filho?»

«Já que uma vez quisestes que o estivesse
e o consentistes, bem vedes como Lhe pagaram!
Como pode a Vossa piedade, cada dia,
ver as injúrias que Lhe fazem?
E quantas não se hão-de hoje fazer a este Santíssimo Sacramento!
Em quantas mãos inimigas Suas
não O há-de ver o Pai!
Que desacatos o destes hereges!
Ó Senhor Eterno!
Como aceitais tal petição?
Como o consentis?
Não vejais o Seu amor,
que a troco de fazer perfeitamente a Vossa vontade,
e de a fazer por nós, se deixará fazer em pedaços cada dia!
É de Vós, Senhor meu, o olhar a isto,
já que a Vosso Filho nada se Lhe põe diante,
porque há-de ser todo o nosso bem à Sua custa?
Porque a tudo Se cala e não sabe falar por Si,
senão por nós?
Pois, não haverá quem fale por este amantíssimo Cordeiro?
[…]
Ó Eterno Pai! Muito merece esta humildade!
Com que tesouro compraremos o Vosso Filho?
Vendê-l’O, já sabemos que por trinta dinheiros;
mas para O comprar, não há preço que baste!»

Santa Teresa de Jesus | 1515 - 1582
Caminho de Perfeição. 33, 3-4

2018-03-28