Maria dá-me Jesus

«Maria diz-te: “Dou-te o alimento, a Carne e o Sangue do Inocente:” Aos pés de Maria, en...

Grande é o Teu amor!

«Ai, Senhor, que grande és na Tua misericórdia! Prostro-me aos Teus pés e lavo-os com o me...

Ó noite é amável mais que a alvorada!

 

«A alma que Deus há-de fazer seguir em frente
não é posta logo por Sua Majestade
nesta noite do espírito
quando sai das securas e trabalhos
da primeira purificação,
que é a noite dos sentidos;
pelo contrário,
depois de ter deixado o estado de principiantes,
a alma costuma passar longo tempo,
e até anos,
exercitando-se no dos aproveitados.
Nele, como quem saiu de uma estreita prisão,
a alma move-se nas coisas de Deus
com muito mais liberdade e satisfação interior,
com maior e mais profunda alegria do que no princípio,
antes de entrar nessa noite.
Já não traz a imaginação e as potências
atadas ao discurso e à preocupação espiritual
como costumava trazer.
Sem qualquer atividade discursiva
encontra facilmente no seu espírito
uma mui serena e amorosa contemplação
e sabor espiritual.»

S. João da Cruz | 1542 - 1591
II Livro da Noite. 1, 1

Senhor,
aqueles que andam pelo Teu caminho de Amor
encontram-se numa estrada misteriosa
que percorre sendas
que desembocam em terra santa, pura,
cheia da Tua Presença.
Para aí chegar
há que passar por estados de purificação
a que S. João da Cruz chama “noite”.
Mas é uma “noite amável, mais do que a alvorada”,
pois abre clareiras dentro do meu coração
para o encontro conTigo.
Senhor, as “noites” podem ser longas e árduas,
mas são necessárias para me “despir”
de todas as camadas espessas
que o pecado fez aderir ao meu coração…
então dar-se-á o encontro tão esperado conTigo, Senhor.
Desde hoje, quero aceitar todas as provas da minha vida
como vindas da Tua mão,
em que tudo fazes concorrer para o meu bem,
para o ansiado encontro ConTigo.
Quero abraçar a Tua vontade
com um coração generoso.
Não sou capaz,
mas Tu dar-me-ás a graça.
Assim seja.

2018-06-11