«O amor de Deus é a saúde da alma.
Quando não tem um perfeito amor,
também não tem uma saúde perfeita;
por isso, está doente.
A doença não é outra coisa senão a falta de saúde;
É correto chamar doença ao amor imperfeito,
porque assim como o doente está debilitado para trabalhar,
assim a alma enfraquecida no amor também o está
para praticar as virtudes heroicas.
Quem sente em si a doença do amor, ou seja, a falta do amor
é sinal de que tem algum amor, porque, pelo que tem,
vê o que ainda lhe falta.
Porém, quem não a sente, é sinal de que não tem amor algum
ou já chegou ao perfeito amor.»

São João da Cruz |1542 – 1591
Cântico Espiritual, 11: 11 – 13

Jesus,
és o Senhor da morte e da vida,
da doença e da saúde.
Tudo criaste, todos estamos nas Tuas mãos.
Tudo é possível ao que crê em Ti, pois tudo podes.
Mais do que a saúde do corpo,
que também Te suplico, peço-Te a saúde da alma.
Cura-me, Senhor, de tudo o que me impede de amar.
Diz S. João da Cruz, quem não tem um perfeito amor,
não tem uma saúde perfeita.
És o Médico dos médicos,
consegues penetrar no mais íntimo da minha alma
e aí tocar-me com o bisturi da misericórdia.
Cura-me, Jesus! Eu confio em Ti.
Ámen.