«Na última Ceia a comida pascal da antiga aliança
converte-se em comida pascal da Nova Aliança:
no sacrifício da Cruz
e nas comidas gozosas do tempo entre a Páscoa e a Ascensão,
nas que os discípulos reconheciam o Senhor ao partir do pão,
e no sacrifício da missa.»

Santa Teresa Benedita da Cruz (Edith Stein) | 1891 – 1942
A Oração da Igreja.

Ó Meu Senhor,
A tua última Ceia
É o lugar onde abres o Teu coração
Aos discípulos,
O lugar onde o Amor flui como dom
Querendo empapar cada coração,
É o lugar onde o pão deixa de ser pão
E passa a ser “carne do Filho do homem”.
Na tua última ceia fazes os discípulos
Experimentar a verdade das tuas palavras:
“Se não comerdes a carne do Filho do homem
Não tereis a vida em vós”.
Fazes que possuam a vida em si mesmo
E assim convertes o antigo em novo,
Unes cada um ao teu coração
Pelo vínculo sagrado do Teu corpo feito alimento.
Desde então cada ceia pascal
Passou a ser lugar de encontro contigo,
Abrigo seguro no porto do teu coração,
Momento de te reconhecer no partir do pão.
Meu Senhor,
Faz-nos viver a Eucaristia
como este encontro contigo na sala superior do nosso interior,
Onde nos abres o Teu Coração,
Derramas sobre nós o Teu Amor
E nos dás em alimento o Teu corpo.
Onde celebras com cada um de nós
A nova e eterna aliança
E permaneces em nós para sempre.
Amen.