«“Permanecei em mim.”
É o próprio Verbo de Deus que dá esta ordem,
e que exprime esta vontade.
Morai em mim, não por alguns instantes,
algumas horas que têm de passar, mas “morai…”
num modo permanente, habitual.
Permanecei em mim, orai em mim, adorai em mim,
amai em mim, sofrei em mim, trabalhai em mim, orai em mim.
Permanecei em mim quando vos apresentardes a qualquer pessoa
ou fizerdes qualquer coisa,
penetrai sempre cada vez mais nesta profundidade.
Esta é, então, verdadeiramente,
a “solidão, a que Deus quer atrair a alma para lhe falar.”.»

Santa Isabel da Trindade | 1880 – 1906
O Céu na Terra, 3

Jesus,
estas palavras de Santa Isabel da Trindade
são talvez das mais importantes de todos os seus escritos.
“Morar em Ti”…
Já no-lo disseste a propósito da Eucaristia:
“Quem come a Minha Carne e bebe o Meu Sangue,
fica a MORAR em Mim e eu n’Ele” (Jo. 6, 56)
Se eu caísse bem fundo nesta verdade
toda a minha vida seria muito menos superficial
e se orientaria muito mais fortemente para o meu interior (onde habitas)
e ao mesmo tempo me dirigiria igualmente para o exterior, mas ConTigo,
através das obras da misericórdia e do amor.
Passaria a ser um outro Tu-mesmo sobre a terra.
Faz-me humilde, Jesus, para que assim seja.