Os projetos de toda uma vida voaram
As aspirações de uma alma despedaçadas
Sonhei grandes corridas
Agora, não mais corridas
Sonhava grandes empresas
Em vez disso entrevi o túmulo.
Que saltos dei,
Que estúpido fui
Esperei perder o pé
Para renunciar a uma louca corrida
Finalmente esta noite compreendi
Vejo que em vez de me deixar surpreender
Coisa melhor [teria sido] corrigir-me.
Renunciar ao louco combate antes de entrar em pugilato
Por isso decidi não ser nada
Por isso tomei a resolução de ser seu
De não viver senão para Ele
De não aspirar a nada senão a Ele.»

Servo de Deus Jean Thierry do Menino Jesus e da Paixão | 1982 – 2006
Fr. Jean Thierry do Menino Jesus. O menino que queria tornar-se Jesus pg.178.

Jesus,
quando mais cedo
me aperceber e aceitar esta verdade
mais perto estará o caminho da salvação:
viver só para Ti,
nada mais desejar para além de Ti,
o Único que me dá tudo
e que sacia a minha sede de amor.
Bendito sejas para sempre!

Na foto: Servo de Deus Jean Thierry do Menino Jesus e da Paixão, no aniversário do seu falecimento.