«O meu principal fim é:
Sacrificar-me para que o amor do Coração de Jesus seja conhecido.
Olho primeiro a Deus,
Essa Trindade incompreensível,
Abismo-me no seio do meu Pai,
Do meu Esposo,
Do meu Santificador,
E depois olho o Verbo Eterno Humanado,
O Coração do meu Jesus.
Viver em unidade de pensamentos,
Em unidade de sentimentos,
De acções, e assim ao olhar-me,
O Pai encontrará a imagem do seu Filho.
Esse amor divino é em mim de uma força irresistível,
E cada dia é mais profundo».

Santa Teresa dos Andes | 1900 – 1920
Cartas

Jesus,
expulsa do meu coração tão pobre
todos os ídolos que se aninham mais ou menos conscientemente
no espaço do meu coração, que só a Ti pertence.
Consigo identificá-los? São tantos…
Concede-me, Jesus, expulsar determinadamente esses ídolos
como outrora os bons reis de Israel destruíam os altares pagãos
com uma violência desconcertante.
Olhando para esses atos de outrora,
e já à Tua Luz,
encontro nesses atos de violência
a inspiração para abraçar a determinação:
virtude dos violentos que arrebatam o Céu,
determinando-me a abandonar todos os ídolos
que ocupam o Teu posto.
Que seja deste número.
Assim seja.