«Recordemos, tu e eu,
o nosso primeiro fervor.»

Frei Lourenço da Ressurreição | 1614 – 1691
Carta 1

Jesus,
recordar o meu primeiro fervor
é fazer memória de todos os Teus benefícios,
de todas as Tuas graças na minha vida,
de toda a Tua ação poderosa e providente
com que tantas vezes fui beneficiado.
Com tanto amor me rodeias!
Que este tempo de Advento seja também um tempo de recordar,
isto é, trazer ao coração novamente a memória das Tuas graças cheias de amor
e ter a certeza de que nunca mudas
e continuarás a estar presente na minha vida sempre.
Saiba eu ter os olhos da fé bem abertos para Te reconhecer.
Vem, Senhor Jesus!